SOS PIRACANJUBA

0

2

3

4

5

6

7

Com a participação dos vereadores de Silvânia: Kirley, Valdomiro (MI) e Valdir; pároco Pe. Sérgio Ricardo Rezende; representantes de escolas e público em geral, foi realizada na tarde de terça-feira, dia 7, no auditório da Câmara Municipal, uma reunião para tratar de assuntos inerentes a Bacia do Rio Piracanjuba, onde a presidente Maria Abadia, buscou ouvir outras ações e intenções da população para a defesa do rio e para a inserção na plataforma digital a ser implementada pela Câmara Municipal.

O Assessor de Comunicação, Cleverlan do Vale, explicou o que será esta plataforma e quais benefícios a mesma trará a comunidade, onde a mesma terá a possibilidade de ser um canal de esclarecimento e fiscalização.

Padre Sérgio Ricardo expôs que é necessário ir além da questão de comunicação, mas que é preciso haver outras estratégias que possam assegurar a fiscalização, a participação das comunidades escolares e da população de Silvânia e Vianópolis.

O Agente de Fiscalização da Secretária de Meio Ambiente, Dalton de Souza, expôs das dificuldades da Secretaria, especialmente pela falta de legislação pertinente para uma boa fiscalização. Expôs que é preciso haver uma conscientização que vá além da questão de defesa do rio, que é importantíssima, mas que exista uma conscientização geral sobre o que é preservar e cuidar das questões pertinentes ao meio ambiente, principalmente, sabendo da procedência do produto que compra, devendo ter o mesmo o selo da extração legal.

Foi acordado entre os presentes, uma nova reunião para o dia 21 de junho, no auditório da Câmara, quando será apresentada uma minuta de criação de uma Organização Não Governamental (ONG), em defesa do Rio Piracanjuba. A presidente Maria Abadia, determinou a Assessoria de Comunicação, o levantamento da lei criada pelo ex-promotor Maurício Alexandre Gerbrim, para que seja estudada uma forma de haver a mesma propositura para o município de Silvânia e Vianópolis.

As Diretoras das escolas, presentes na reunião, se prontificaram a trabalhar com seus alunos e o público, representado por moradores de Vianópolis e Caraíba, se mostraram dispostos a estarem juntos nesta iniciativa de defesa do Meio Ambiente.